Pular para o conteúdo principal

Postagens

Escrevendo e vivendo

TODOS OS DIAS A CERVEJA SALVA MINHA VIDA (2014) – "O que seria do rock", "Pau no meu cu" e outras histórias.

Em 2013 resolvemos fazer um financiamento coletivo para fazer um disco novo. O resultado foi demais. Quase 1000 pessoas participaram, mais de 150 mandaram vozes para o coro de “Todos os dias a cerveja salva minha vida” que Paulo Anhaia teve um trabalhão para mixar e ainda teve 11 loucos que vieram cantar uma versão inédita de “Abre essas pernas” com a gente em estúdio durante as gravações. Foi um momento ímpar para as Velhas.
O problema foi depois ter que enviar todas as recompensas, que incluíam 40 calcinhas da Juliana Kosso que ela usou durante a turnê e a cada show ela autografava e guardava, mais de 800 cds que forma enviados sendo que 10% disso voltava e eu tinha que procurar o fã que havia se mudado. Demorou mais de 3 meses, mas todos receberam suas recompensas. Um trabalho tão intenso que prometi a mim mesmo nunca mais fazer outra coisa do tipo. Um lance legal que a gente não conseguiu dar continuidade eram as tirinhas. Meu amigo e roteirista Kaled fez algumas e a Ju Vechi col…

Últimas postagens

CARNAVELHAS 3 – BEBADORISO (2012) – Andreas Kisser, Pepeu, Frejat, Nuno Mindelis, Clemente e Luiz Carlini são convidados pra tocar e... Aceitam!!!

ROCK’N BEER TOUR – 25 ANOS (2011) – Entre gim no pingado, bundas boas e bafo de jiboia, Acústico e Elétrico sem tirar de dentro!

CARNAVELHAS 2 (2010) - Um "chopes" e Dois "pastel", uma homenagem a São Paulo e Adoniran.

“NINGUÉM BEIJA COMO AS LÉSBICAS” (2009) - "A BOCA, A BUCETA E A BUNDA" E OUTRAS TRETAS

NÓS SOMOS AS VELHAS VIRGENS - 21 ANOS (2007) - EMBRIAGAI-VOS, SUPERPRODUÇÃO E UM FILHO NASCENDO

PIRATARIA AUTORIZADA (2006) - COMO A PIRATARIA NOS SALVOU DA FALÊNCIA

CUBANAJARRA (2005) - "QUERO TE VER GOZAR PELO CU" CAUSA POLÊMICA, DISCÓRDIA E QUASE O FIM DA BANDA

CARNAVELHAS (2004) – AME OU ODEIE, MAS DEIXA A GENTE EM PAZ COM NOSSO CARNAVAL!

COM A CABEÇA NO LUGAR (2003) - ERA TANTA BEBIDA QUE A GENTE NÃO LEMBRAVA ONDE TINHA DEIXADO A PORRA DA CABEÇA!

NINGUÉM QUER AS VELHAS? FODA-SE! VAMOS FAZER NOSSA PRÓPRIA GRAVADORA!