Pular para o conteúdo principal

Postagens

Escrevendo e vivendo

ROCK’N BEER TOUR – 25 ANOS (2011) – Entre gim no pingado, bundas boas e bafo de jiboia, Acústico e Elétrico sem tirar de dentro!

A gente já tinha registro de DVD em São Paulo, interior do Paraná (Ponta Grossa) e Salvador. Onde fazer o DVD que comemoraria os 25 anos de banda? Resolvemos marcar o show no Opinião, em Porto Alegre, dia nove de junho de 2011.
Juntamos a grana para fazer as gravações. A produção de vídeo que ficou a cargo do Thiago Montelli e a produção musical com nosso indefectível Paulo Anhaia, todo o desibn e figurino ficaram por conta da Ju Vechi contando com as ilustrações de Weberson Santiago. Usamos todo o conceito dos rótulos das nossas cervejas.

A grande baixa no dia da gravação foi o Paulo Anhaia. Uma semana terrível para ele com a morte do pai, Seu Carlos Anhaia, muito sentida por todos nós. Infelizmente não dava pra cancelar e tocamos em frente. Apesar de alguns problemas, foi uma noite memorável! O show era dividido em duas partes. A primeira acústica, a introdução era “O Que Somos Nós”,  composta para esse show e que rolava nos PAs enquanto a gente se preparava para o acústico. Nessa …

Últimas postagens

CARNAVELHAS 2 (2010) - Um "chopes" e Dois "pastel", uma homenagem a São Paulo e Adoniran.

“NINGUÉM BEIJA COMO AS LÉSBICAS” (2009) - "A BOCA, A BUCETA E A BUNDA" E OUTRAS TRETAS

NÓS SOMOS AS VELHAS VIRGENS - 21 ANOS (2007) - EMBRIAGAI-VOS, SUPERPRODUÇÃO E UM FILHO NASCENDO

PIRATARIA AUTORIZADA (2006) - COMO A PIRATARIA NOS SALVOU DA FALÊNCIA

CUBANAJARRA (2005) - "QUERO TE VER GOZAR PELO CU" CAUSA POLÊMICA, DISCÓRDIA E QUASE O FIM DA BANDA

CARNAVELHAS (2004) – AME OU ODEIE, MAS DEIXA A GENTE EM PAZ COM NOSSO CARNAVAL!

COM A CABEÇA NO LUGAR (2003) - ERA TANTA BEBIDA QUE A GENTE NÃO LEMBRAVA ONDE TINHA DEIXADO A PORRA DA CABEÇA!

NINGUÉM QUER AS VELHAS? FODA-SE! VAMOS FAZER NOSSA PRÓPRIA GRAVADORA!

ABRE ESSAS PERNAS AO VIVO E A CORES (2001) – O primeiro dia foi sóbrio e o segundo foi embriagado. Adivinha qual valeu?

REVELLION 2001 – Que porra é um CD-ROM?